quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Sobre o preço do Gasóleo

A formação dos preços dos produtos petrolíferos no nosso país (para além do ISP e do IVA) deve-se ao permanente fechar de olhos dos sucessivos governos perante os desmandos dos grandes impérios petrolíferos.

Em primeiro lugar pagamos um preço enorme em vidas no Iraque (mais de 120.000 mortos por causa do petróleo) e um preço irreversível em crimes ambientais como recentemente no Golfo do México.

Mas voltemos aos preços: para além de só a Grécia ter preços superiores aos nossos, mesmo o que pagamos após impostos faz de nós o quinto país a pagar o peço (PVP) mais elevado da união europeia, sendo que nos últimos doze meses aumentou 15%.

E se é verdade que se as sucessivas portarias que regulamentam o ISP tem feito subir este imposto (Em 2004 era de 0,2998 €/lt e em 2008 era de 0,3644 €/lt…) não é menos verdade que a voragem e cartelização das petrolíferas fazem o resto.

Quem fica a perder são os utentes e a economia que fica cada vez menos competitiva face ao exterior.

(Também o gás desceu de preço 16% na união europeia e apenas 5,5% em Portugal).

Em 2008 assistimos à farsa das investigações da Autoridade da Concorrência face à cartelização dos preços com o primeiro governo Sócrates a fazer de ingénuo face ao problema. Mas seria necessário fazer uma investigação ou bastava percorrer a auto-estrada entre Braga e Faro para perceber que os preços entre todas as companhias eram os mesmos?

Ontem a Galp decidiu vender gasóleo ao preço dos supermercados (só em alguns sítios e à experiência): o preço a praticar será… igual ao da BP !

Mais trabalho para a AdC…

Reclama-se agora que os preços dos refinados não acompanham o preço do barril de crude: mas já se esqueceram que o produto é comercializado em dólares e na Europa as petrolíferas ganham milhões só no câmbio?

Com a desvalorização da moeda norte americana, a subida do crude em euros é cerca de 1/3 da subida do preço em dólares. Não tem razão pois, as petrolíferas que vendem na Europa.

Sem comentários: